Arraia Jamanta: Mergulho e Período ideal

10 Jan

Enviado por

Categorias: mergulho

Tags: , , ,

Comentários: 1

A arraia jamanta (Manta birostris), também chamada de “raia” jamanta é um dos peixes mais gigantes do oceano. Ela pode chegar a 7 metros de largura, 3 metros de comprimento e pesar 2 toneladas.

No entanto, segundo o Projeto Mantas do Brasil, esta espécie está na lista vermelha de risco de extinção e habita somente um lugar no país: PEMLS – Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, que fica em Santos, no litoral paulista e é o único parque marinho do Estado de São Paulo.

Tudo sobre o Mergulho – Dicas para tornar seu encontro com a arraia jamanta inesquecível

Arraia Jamanta

Arraia Jamanta é registrada na Laje de Santos

Apesar de sua maior concentração ser em Moçambique, é no Brasil que a arraia jamanta é capaz de trazer mergulhadores do mundo inteiro somente para observá-la, transformando o roteiro em uma experiência inesquecível. Ela possui 5 mil dentes minúsculos e sua alimentação se dá pela sucção da água absorvendo os plânctons.

Apesar de serem gigantescas, elas não são agressivas e nadam lentamente, permitindo a aproximação de pessoas. Elas gostam de interagir e, inclusive, de sentir as bolhas soltadas pelos mergulhadores. Além disso, diferente de outras arraias, sua cauda não possui ferrão tornando o passeio mais seguro.

Não é necessário ter conhecimentos avançados de mergulho. A espécie costuma nadar bem próxima à superfície, não ultrapassando 1.000m de profundidade.

Já está com vontade de mergulhar? Confira abaixo o vídeo produzido pela Laje de Santos e tenha uma experiência virtual do passeio que está por vir:

Período ideal para conhecer a Arraia Jamanta

Apesar da Laje de Santos estar aberta durante todo o ano, é importante saber os períodos mais frequentes em que a Arraia Jamanta está presente, já que é um animal que gosta de temperaturas mais amenas.

O outono e inverno são as estações ideais para encontrar a arraia jamanta, entre abril e agosto. Porém, se for para escolher um mês, opte pelo mês de maio que o tiro será mais certeiro.

Hospedagem

Mergulho Laje de Santos

Amanda Izidoro – hóspede da Chácara do Mosteiro

Para maior conforto, o Hotel Chácara do Mosteiro é o preferido para a hospedagem por dois motivos:

Localização na mesma cidade do ponto de saída e chegada dos passeios;

Hotel do litoral mais próximo da Grande São Paulo.

A mergulhadora Amanda Izidoro (foto acima) se hospedou na Chácara do Mosteiro. Ela veio de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, para realizar o passeio da Laje de Santos. Por ter vindo no verão, a arraia jamanta não deu as caras, mesmo assim o passeio foi inesquecível e rendeu excelentes fotos.

Clique aqui para reservar sua hospedagem.

Agendar passeio

O passeio é agendado pelas operadoras e o ancoradouro mais próximo fica na cidade de São Vicente, primeira cidade do Brasil. O valor gira em torno de R$220 por pessoa incluindo dois mergulhos e lanche.

As operadoras credenciadas são:

Anekin – (11) 95549-0537 / (11) 99261-7635

Atm Diver (11) 3871-0083 / (11) 3862-7097 / (11) 99978-7347

Cachalote – (13) 7806-0921 – 90*22291

Nautilus Dive Center – (11) 4485-2075 / (11) 99906-2247

Orion Diver – (13) 3467-4735 / (13) 99724-2247

Pé de Pato – (13) 7810-5743 / (13) 7811-8871 – 96*26362 ou 96*65309

Câmera ideal para registrar a arraia jamanta

arraia jamanta câmera ideal go pro

Go Pro é a câmera ideal para registrar a arraia jamanta

É, não tem jeito, um passeio inesquecível com uma das espécies mais raras do mundo tem que ter foto, certo? A câmera ideal para este tipo de passeio é a Go Pro. Além de ser pequena e à prova d’água, ela tem uma amplitude muito grande e conta com acessórios próprios para o mergulho. Acima, temos um exemplo da Go Pro colocada acima da cabeça.

Arraia Jamanta Passeio Laje de Santos

Para os mais cautelosos, a Go Pro pode ser utilizada com uma haste

Porém, mesmo sendo dócil, um animal de 7 metros como a arraia jamanta pode colocar medo em muita gente, certo? Para os mais cautelosos, a Go Pro conta também com acessórios de haste, permitindo fotos de longa distância.

Instituto

Quem colabora com a preservação do parque é o Instituto Laje Viva, uma organização não governamental sem fins lucrativos formada por mergulhadores. Um dos principais objetivos da ONG é proteger a região dos caçadores e pescadores.

  1. Pingback

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Hospede-se com todo conforto! Apartamentos, suítes com hidromassagem e suítes com vista para o mar.

Refresque-se em meio à natureza, aproveite, relaxe e esqueça as preocupações!

Bolos, pães, geléias, sucos, chás, frios, cereais, frutas que irão prepará-lo para um dia repleto de atividades e descontração. Visualize nosso aquário. Tilápias e carpas.

Casamentos, aniversários e eventos corporativos.